Como se livrar das dívidas através da consciência.

dividas1

Eu adorava comprar, comprava bastante mesmo,  coisas que precisava, coisas que não precisava, coisas para presentear quem merecia e quem não merecia também.

Quando estava deprimida, consumia porque estava deprimida, quando estava feliz consumia porque estava feliz, tudo era desculpa para gastar um dinheiro que muitas vezes nem tinha recebido ainda – O famoso “contar com o ovo no c. da galinha”.

Na hora em que estava comprando era uma delicia, uma adrenalina até, mas depois … a ressaca era na mesma proporção. Principalmente quando chegava o cartão de crédito …

Mas a vida nos ensina, apenas temos que estar abertos aos sinais. Para mim  o divisor de águas entre a  gastona e a consciente aconteceu quando algumas semanas após me casar, perdi o emprego em uma Multinacional onde ganhava bem e tinha todas as regalias

Poupança ??? Acho que o pouco que tinha foi para o fotógrafo do casamento.

 Resumindo, estava na lona.

Não bastasse a perda do emprego, e as contas do casamento, na mesma semana descobri que meu pai tinha um grave câncer.  Era o suficiente para eu cortar os pulsos ou me jogar pela janela, mas como diz o ditado se a vida nos dá limões, façamos uma limonada, foi o que fiz…

Não tinha dinheiro, mas tinha TEMPO, algo que eu nunca tinha dado valor e resolvi utilizar esse bem tão precioso para resgatar minha relação com meu pai, que àquela altura, tinha dinheiro, já quanto ao tempo… apenas 6 meses.

Pois é… foi no olho desse furacão que me tornei uma pessoa mais consciente e criei algumas regrinhas de ouro:

  • a) Quando vou comprar algo, já saio de casa sabendo o que quero, como quero, e quanto posso pagar.
  • b) Se vejo algo na rua que me dá vontade de comprar, penso que, se realmente precisar amanhã eu volto e compro. Em 95% das vezes eu não volto.
  • c) O Cartão de Crédito fica em casa e é usado apenas para compras pela Internet ou em viagens.
  • d) Cheques ? Nem pensar, no máximo uma folha na carteira, para uma emergência.
  • e) Pagamentos sempre À VISTA.

De resto, vida normal, só que muito mais leve e sem dívidas.

Bom, eu só fui aprender tudo isso aos 30 anos e depois de bater muita cabeça. Mas pensando nos jovens que estão começando a consumir agora a Fundação Procon-SP em parceria com a Coordenadoria Estadual da Juventude, está criando um manual com dicas para o dia-a-dia, através do “Manual do Jovem Consumidor”.

 A prévia da publicação está disponível no blog criado especialmente para que o jovem possa opinar com críticas, sugestões e até mesmo elogios. Para conhecer, acesse:http://jovemconsumidor.blogspot.com/.

Fica a dica,

Beijokas de Luz,

 Luca

Uma resposta

  1. Adoro seus posts!!!!
    É irresistível passar por aqui e deliciar-me com seus comentários…..
    Sou grata, amo você!
    Beijos de luz!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: