Meu primeiro “troca troca” solidário

O dia estava chuvoso e a cama convidativa, mas eu acordei decidida e convenci meu marido em ir comigo. Ele estava receoso, mas topou. Eu não sabia direito o que levar, afinal, mesmo sem querer temos tantos itens supérfluos que fica difícil escolher. Sabia que roupas masculinas são os itens de maior necessidade, ai cai matando no armário do Luís, desencavei uma jaqueta de couro que em nossos 9 anos de casados ele NUNCA usou. Ele até tentou argumentar dizendo que estava novinha e ,….só piorou as coisas, pois se em 9 anos ela continua novinha é por que outra pessoa vai fazer melhor uso.

Fomos em direção ao bairro da Liberdade, anda daqui, pergunta ali e finalmente chegamos ao Viaduto do Glicério. Em princípio não é um lugar bonito aos olhos, mas logo ao chegar na porta da feira, já alegra o coração.
Fomos super bem recepcionados por um jovem voluntário, ele nos explicou como funcionava e nos direcionou para o Lastro. ( Ah !! se o nosso dinheiro ainda tivesse lastro real, talvez não estivéssemos nessa crise). O casaco de couro e as 4 camisetas que levei perfizeram o valor total de 15,00 Mirucas.

Modeda Social "Miruca"

Modeda Social "Miruca"

Uau, até que o casaco tava valendo.

Resolvemos então dar uma volta na feira. Infelizmente chegamos tarde e uma boa parte das barracas já estavam vazias, mas não iria sair de lá sem fazer uma “comprinha”, então, com minhas Mirucas, comprei 2 panos de pratos feitos por pessoas em situação de rua. Uma graça. Total = 5 Mirucas.

No palco, uma Joelma adaptada fazia a alegria da galera, cantando e dançando Calypso. A turma da rua não se “avexou” e caiu na dança. Nós estávamos tímidos, mas um simpático morador de rua veio puxar conversa. Foi muito bacana podermos ter essa troca humana também. Afinal, ainda existe muito preconceito com o morador de rua e poucos enxergam que talvez eles estejam nessas condições, não por opção e sim por necessidade.

E eu não perco a oportunidade de bater um papo.

Feira de Trocas

Feira de Trocas

Estava começando a chover, mas ainda compramos 2 fitas VHS ( E La nave va, do Fellini e Acerto Final, com o Jack Nicholson) é eu ainda tenho videocassete. Eu troquei por essas coisas, mas o bacana é que se pode trocar por comida também. Reparei que tinha café, arroz, feijão, suco, itens de primeira necessidade e ao alcance de quem realmente precisa.

Mas sobraram  7 Mirucas.

O que eu iria fazer com elas ? E qual não foi minha surpresa ao descobrir que poderia depositá-las no Banco, para ficarem lá guardadinhas esperando a minha próxima ida.

Depositando minhas Mirucas

Depositando minhas Mirucas

Adorei, principalmente porque o banco não pertence a nenhuma família Setúbal ou Moreira Salles, nem está listado na bolsa. Ufa !! isso dá mais confiança.

Mas para não perder o hábito perguntei se não iria render um jurozinhos….correndo o risco de ouvir: Claro que não “porca capitalista” isso é uma feira SOLIDÁRIA. Mas são todos muito educados.

Na” fila” do banco descobri que circula em média R$ 6.000,00 por feira e que tem a visitação de aproximadamente 700 pessoas.

Minhas Mirucas em boas mãos.

Minhas Mirucas em boas mãos.

Parabéns ao Felipe Bannitz e ao Cesar Matusmoto, ambos da Incubadora Tecnologica de Cooperativas Populares – ITCP- FGV e organizadores do evento.

Saldo da Feira: 2 panos de prato; 2 fitas VHS, alguém que precisa usando um casaco de couro “bacanudo”;   1 novo amigo e muita alegria no coração.

No mês que vem vô de novo….

Beijokas de Luz,

Luca

5 Respostas

  1. Legal – Parabéns !!

    Faltou o crédito ao fotografo e link para o Vishows.

    Luis

  2. Oi Luquinha!!!
    Achei o máximo hein! Nem imaginava que houvesse feiras de troca.
    Um assunto tão bacana tem que ser divulgado!
    Me fez lembrar de um monte de coisas que tenho em casa e que vão ser de grande valor para essas pessoas, que com certeza não estao nas ruas porque querem.
    Ja vi reportagens de pessoas fantasticas que simplesmente perderam “bens materiais” mas não a dignidade!
    beijos e muito sucesso no seu blog!

  3. Ola Luca que legal!
    Já conhecia este sistema. Participei de uma Feira de troca em 2003, no Forum Social Mundial.
    Avise o dia da próxima. Tenho até um manual de como montar uma, um pessoal do Chile escreveu. Super bacana.
    Obrigada pela partilha de seu passeio, chegou repleta de carinho e amor.
    Bjos de Luz!
    Selma

  4. Oi Luca,

    Qto tempo??? Adorei o blog, achei demais!

    A Feira da Troca então achei o muito legal, quero ir na próxima.

    Vamos marcar de ir juntas?

    Um beijo e parabéns! Adorei!

  5. Ola pessoal bacana a relato da experiencia da Feira de Trocas, eu trabalho neste projeto e gostaria de ter o contato de quem fez este relato .
    bjs me ligue 3277-0640 .

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: